Pesquisa Avançada
Voltar aos arquivos



Info

03. Assembleia


Nota biográfica/Institucional
A Assembleia constituía o órgão máximo de definição das orientações políticas que presidiam à atividade da Comissão e de deliberação sobre todas as outras questões com esta relacionadas, sobre as quais o presidente ou o Comité Executivo desejassem ouvir a opinião dos membros da Comissão.
A nomeação dos membros da Comissão pelo presidente tinha em consideração as competências nos domínios de interesse e o equilíbrio geográfico.
A Assembleia era constituída por todos os membros da CMIO, que reuniam ordinariamente em plenário uma vez por ano e extraordinariamente as vezes que o Presidente da Comissão ou o Comité Executivo consideravam oportuno, sendo convocadas pelo secretário-geral da Comissão (ver 02. Assembleia). Competia à Assembleia ratificar a aprovação do orçamento anual da Comissão aprovado pelo Comité Executivo e provar o balanço e contas anual.
A Assembleia era composta por: Seyyid Abdulai (Nigéria), Najeeb Al-Nauimi (Qatar), Oscar Arias (Costa Rica), Alicia Bárcena (México), Mohammed Bedjaoui (Algéria), Driss Ben Sari (Marrocos), Patricio Bernal (Chile), Peter Bridgewater (Austrália), Ian Burton (Canadá), Salvino Busuttil (Malta), Lucius Caflisch (Suíça), Ricardo Diez-Hochleitner (Espanha), René-Jean Dupuy (França), Richard Falk (EUA), B. A. Hamzah (Malásia), Klaus-Jurgen Hedrich (Alemanha), Sidney Holt (Reino Unido), Danielle Jorre de St Jorre (Seychelles), Stjepan Keckes (Croácia), John Kendrew, (Reino Unido), Tommy Koh (Singapura), Nicolai P. Laverov (Rússia), Ulf Lie (Noruega), Luiz Filipe de Macedo Soares (Brasil), Donald Mills (Jamaica), Venâncio de Moura (Angola), Noriyuki Nasu (Japão), Alassana Dialy Ndiaye (Senegal), Carlo Ripa di Meana (Itália), Mário Ruivo (Portugal), Esekia Solofa (Samoa Ocidental), Jilan Su (China) e Alexander Yankov (Bulgária).
Entre 1995 e 1998, realizaram-se seis sessões plenárias e uma sessão extraordinária.