teste de js
Docs. selecionados:

Pesquisa Avançada
Voltar aos arquivos



Info

04. Biafra
Fichas elaboradas pela Comissão de Evacuação, Tratamento e Recuperação de Crianças Vítimas da Guerra, com participação da Caritas Internacional e da Diakonische Werk.

Nota biográfica/Institucional
A República do Biafra foi um estado secessionista no sudeste da Nigéria. O Biafra era habitado maioritariamente pelo povo ibo e existiu de 30 Maio de 1967 a 15 de Janeiro de 1970.
A secessão foi liderada pelos igbos (apoiados pela transnacional francesa Elf Aquitaine). As tensões económicas, étnicas, culturais e religiosas entre os vários povos da Nigéria e a criação do novo país, batizado segundo a Enseada do Biafra (a baía atlântica no sul), estiveram entre as causas para a Guerra Civil Nigeriana, também conhecida por Guerra Nigéria-Biafra, ou ainda Guerra do Biafra.
O Biafra foi reconhecido pelo Gabão, Haiti, Costa do Marfim, Tanzânia e Zâmbia. Embora não tenham prestado apoio oficial, Israel, França, Portugal (operação Air Lift, baseada em São Tomé), Rodésia, África do Sul e o Vaticano prestaram auxílio às populações, permitindo ainda o recrutamento e operação de mercenários, designadamente com base na então colónia portuguesa de S. Tomé e Príncipe. O Biafra também recebeu ainda ajuda de organizações não governamentais como a Joint Church Aid, a Holy Ghost Fathers of Ireland, a Caritas Internacional, a MarkPress e a U.S. Catholic Relief Services.