Docs. selecionados:

Pesquisa Avançada
Voltar aos arquivos



Info

10. Documentos António Augusto Ferreira de Macedo
A secção designada por Documentos António Augusto Ferreira de Macedo corresponde a um conjunto de documentos originais, provenientes do seu espólio, que terão sido cedidos a Alberto Pedroso por sua filha, Gabriela Macedo, cerca de 1986.
Alberto Pedroso encontrava-se então, juntamente com António Ventura, a proceder a investigação sobre Ferreira de Macedo, no âmbito da celebração do centenário do seu nascimento, bem como sobre a história da Universidade Popular Portuguesa, da qual foi um dos fundadores.
Inclui documentação relativa a algumas das actividades profissionais de Ferreira de Macedo, diversos textos resultantes da sua produção intelectual - incluindo colaboração em órgãos de imprensa e conferências realizadas -, além de diversa correspondência.
Além dos documentos originais provenientes do espólio de Ferreira de Macedo, e reunidos nesta secção, outros foram consultados e reproduzidos por Alberto Pedroso e/ou António Ventura, estando classificados em divisão distinta inserida na série de documentos de Alberto Pedroso designada por "Investigação e estudos históricos", na qual podem ainda ser encontrados diversos apontamentos e documentação complementar sobre Ferreira de Macedo.
A documentação aqui contida deverá ser complementada com uma outra parte do espólio de Ferreira de Macedo existente no Arquivo Histórico-Social, integrado no Arquivo de Cultura Portuguesa Contemporânea da Biblioteca Nacional de Portugal.

Nota biográfica/Institucional
António Augusto Ferreira de Macedo (1887-1959) destacou-se como cientista, professor e defensor da educação popular.
Nasceu em Mesão Frio mas foi em Lisboa que concluiu a instrução primária. Frequentou depois o Instituto Industrial e a Escola Politécnica de Lisboa. Em 1909 matriculou-se no curso da Escola Médico-Cirúrgica, de que acabou por desistir por dificuldades financeiras. Iria mais tarde, em 1920, concluir a sua formatura em Matemática, na Universidade de Lisboa.
Exerceu a carreira docente em diversas escolas ao longo de várias décadas. Leccionou no Liceu de Faro (1911), no Liceu Pedro Nunes em Lisboa (1911-1917), no Instituto Industrial Marquês de Pombal (1919-1923), na Escola Rodrigues Sampaio (1922-1924) e na Escola Afonso Domingues (1924-1942), além de outras instituições de ensino.
Destacou-se ainda como professor de Matemática e Geometria Descritiva no Instituto Superior Técnico, para onde entrou como assistente em 1927, chegando a catedrático em 1943, e acabando reformado compulsivamente em 1947 por razões políticas, na sequência da sua adesão ao Movimento de Unidade Democrática (MUD).
Colaborou na Universidade Livre e foi um dos fundadores da Universidade Popular Portuguesa, que funcionou entre 1919 e 1933, tendo chegado a dirigi-la.
Ao longo da sua vida preocupou-se com as questões da educação popular e pedagogia, pugnando pelo acesso à instrução e cultura por todas as camadas sociais, tendo publicado diversos trabalhos e proferido conferências sobre estes temas.
Faleceu em 19 de Outubro de 1959.
Informação adicional sobre a biografia e publicações de Ferreira de Macedo pode ser encontrada nos documentos 09780.013 e 09780.020.