Docs. selecionados:

Pesquisa Avançada
Voltar aos arquivos



Info

01. Timor
Entre Julho de 1973 e Setembro do ano seguinte, António Arnão Metello esteve colocado em Timor onde exerceu as funções de Chefe do Estado-Maior no Comando Territorial Independente de Timor e Presidente do Conselho Provincial de Educação Física, cargos que acumula, no pós-25 de Abril, com os de Presidente da Comissão para a Autodeterminação de Timor (nomeado em 15 de Maio de 1974) e delegado do Movimento das Forças Armadas (MFA) no território (após visita, no final de Maio de 1974, de Garcia Leandro e Rebelo Gonçalves, delegados, respectivamente, do Ministério da Coordenação Interterritorial e do Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas). Paralelamente, parece ter exercido funções ao nível da engenharia civil em algumas obras públicas (área em que tinha formação), embora se desconheça se devidamente autorizado pela hierarquia militar – o que, dada a falta de técnicos especializados em Timor, não seria de todo improvável.
À documentação produzida (ou reunida) por Arnão Metello neste período, acrescida de alguns documentos de data posterior mas relativos a Timor, juntam-se dois pequenos conjuntos documentais igualmente relativos a este território, mas de origens e balizas cronológicas bastante distintas, a saber:
- António Metello (António Jerónimo Arnão Taveira da Paixão Metello, 1896 - 1946), pai de António Carlos de Magalhães Arnão Metello (António Arnão Metello), militar de carreira, prestou serviço em Timor entre 1919 e 1921, então como Alferes, Comandante Militar de Suro e Lautem-Sul, experiência que relata em "Timor, Fantasma do Oriente", Lisboa, Lusitânia Editora Limitada, 1923.
- Armando Pinto Correia (1897 - 1943), igualmente militar, amigo da família Metello, que terá igualmente servido em Timor entre Abril de 1928 e Julho de 1934, desempenhando, durante a maior parte desse período, com a patente de Tenente, o posto de administrador da circunscrição de Baucau. Sobre Armando Pinto Correia, ver Sabina da Fonseca, “Armando Pinto Correia”, in Ricardo Roque (org.), History and Anthropology of “Portuguese Timor”, 1850-1975. An Online Dictionary of Biographies, disponível em http://www.historyanthropologytimor.org/
A presença desta documentação, quase exclusivamente produzida e/ou respeitante ao período em que estes militares serviram em Timor, deve-se a António Arnão Metello, que a terá reunido e preservado junto dos seus próprios papéis, pelo que, do ponto de vista arquivístico, optou-se pela sua inclusão neste conjunto temático.

Estado de Tratamento
Integralmente digitalizado e classificado