teste de js
Docs. selecionados:

Pesquisa Avançada
Voltar aos arquivos



Info

Alfredo Ribeiro dos Santos
O acervo Alfredo Ribeiro dos Santos (1917-2012) é constituído por panfletos, manifestos, recortes de imprensa, diversos títulos de jornais, entre outros documentos, relacionados com os vários movimentos e manifestações da oposição ao Estado Novo, de carácter clandestino ou legal e semi-legal, desde a década de 1930 à de 1970.
Da documentação deste acervo já disponibilizada à consulta, destaca-se a produzida pelo Movimento de Unidade Democrática (MUD) deste a sua constituição, em 1945, até à ilegalização do mesmo, em 1948.
De salientar ainda, um extenso conjunto de documentos relativos ao general Humberto Delgado ilustrativos da sua actividade oposicionista ao regime do Estado Novo, durante o seu exílio, nomeadamente no Brasil, após a derrota nas eleições de 1958, bem como alusivos ao seu assassinato, em 1965.
O acervo inclui ainda alguma documentação da I República bem como colecções de imprensa publicada antes e após o 25 de Abril.

Instituição
Fundação Mário Soares

Nota biográfica/Institucional
Médico portuense, Alfredo Ribeiro dos Santos nasceu em 1917 e faleceu no Porto em 2012.
Fez os seus estudos secundários no Liceu Rodrigues de Freitas, onde se tornou discípulo de Leonardo Coimbra. Cursou Medicina, formando-se em 1943.
Sempre conviveu, desde muito novo, com intelectuais e artistas, como Sant'Anna Dionísio, José Marinho, Agostinho da Silva, entre outros, tendo como mestres e referências Leonardo Coimbra, Abel Salazar, Jaime Cortesão e Teixeira de Pascoais.
Frequentador de tertúlias literário-políticas, colega, amigo e camarada do Dr. Veiga Pires, com o qual estagiou no Hospital de Santo António, foi através dele introduzido no Movimento de Unidade Anti-Fascista e no MUD, e desde então participou activamente em todos os grandes momentos da oposição democrática.
Colaborou activamente nas campanhas de candidatura à presidência da República do general Norton de Matos e do general Humberto Delgado, e em sucessivas manifestações de protesto, como no funeral de Abel Salazar, onde foram presos o médico Eduardo Santos Silva e Ruy Luís Gomes. Subscreveu reclamações e abaixo-assinados contra a Ditadura, e contra a falsa liberdade nas várias eleições que se realizaram entre 1945 e o 25 de Abril de 1974.
Além de médico, Alfredo Ribeiro dos Santos organizou diversas iniciativas culturais, exposições e tertúlias, fez diversas conferências e publicou vários livros, de interesse histórico e político. Entre os estudos que editou destacam-se: "Perfil de Jaime Cortesão", "Professor Alberto Saavedra - um notável médico do Porto", "O professor Afonso Guimarães - um cientista de vanguarda", "A Renascença Portuguesa - um movimento cultural portuense", "Jaime Cortesão - um dos grandes de Portugal", "Perfil de Leonardo Coimbra" e "Para um novo perfil de Abel Salazar".
Colaborou na revista "Portucale", e recriou a revista de cultura "Nova Renascença” com José Augusto Seabra.

Dimensão
Este fundo é composto por 5 pastas de arquivo, o que perfaz, aproximadamente 0.45 metros lineares.

Estado de Tratamento
Parcialmente tratado.