teste de js


O presídio da Ilha das Galinhas, na Guiné-Bissau, foi um dos destinos dos nacionalistas africanos que, por simples acto administrativo, para ali eram enviados.

O Governador da Guiné, António Peixoto Correia, escreve ao Governador de Cabo Verde a propósito da transferência de 100 presos na Ilha das Galinhas para o Campo de Concentração do Tarrafal, sobre os quais ("optando-se naturalmente pelos mais incriminados") informa que, dado a urgência ... "não permitiu que se organizassem processos".

Ofício do Governador da Guiné sobre os 100 presos transferidos da Ilha das Galinhas para o Campo de Concentração do Tarrafal.
Ver no arquivo