Docs. selecionados:

Pesquisa Avançada
Voltar aos arquivos



Info

Museu do Aljube/Exposição A Voz das Vítimas
Fotografias e documentos produzidos no âmbito da exposição "A Voz das Vítimas" no Museu do Aljube, assim como materiais de divulgação relacionados com os conteúdos expositivos.

Instituição
Fundação Mário Soares

Nota biográfica/Institucional
A cadeia do Aljube, situada em Lisboa, na freguesia da Sé, foi um estabelecimento prisional que recebeu presos do foro eclesiástico até 1820, mulheres acusadas de delitos comuns até aos finais da década de 1920 e presos políticos do Estado Novo a partir de 1928 até ao seu encerramento em 1965. O edifício foi posteriormente adaptado para presos de delito comum e ainda utilizado para instalação de serviços do Ministério da Justiça. Mais tarde, a 14 de Abril de 2011, seria ali implantada a Exposição "A Voz das Vítimas", organizada pela Fundação Mário Soares, Instituto de História Contemporânea da FCSH da Univ. Nova de Lisboa e movimento cívico "Não apaguem a memória!", com desenho de Henrique Cayatte, que de modo necessariamente breve mas tão rigoroso quanto possível tentou traçar a história daquela prisão e, bem assim, dos métodos e técnicas das polícias políticas do Estado Novo, perpetrados do longo de 48 anos de ditadura.

Dimensão
3 unidades de instalação

Estado de Tratamento
Integralmente tratado