Arquivo de Notícias

Com o objectivo de manter acessíveis as informações já publicadas, juntámos nesta página as diversas notícias que foram sendo colocadas na página inicial de casacomum.org

Visite o Arquivo de Notícias


O Massacre de Batepá, 60 anos depois
11 de Fevereiro de 2013 [data de publicação original]
Em Fevereiro de 1953, a população de São Tomé e Príncipe foi vítima da violenta repressão por parte dos colonos e das autoridades, que causou centenas de mortos – ficou conhecido como o Massacre de Batepá.

Alguns elementos, para que conste:
1. Nota Oficiosa emitida pela Repartição do Gabinete do Governador Carlos Gorgulho, com data de 2 de Fevereiro de 1953:
"Tendo chegado ao conhecimento do Governo que indivíduos desafectos à actual situação política, conhecidos como comunistas, propalam boatos tendenciosos no sentido de que os filhos de S. Tomé irão ser obrigados a contratar-se como serviçais para trabalhos nas roças, o Governo esclarece que nenhum filho da terra deve dar crédito a essas atoardas, antes deve denunciar à Polícia tais indivíduos porquanto, o Governo que tem a seu cargo a protecção dos nativos conforme sempre o tem demonstrado, garante-lhes que nunca consentirá tais contratos."

2. Excerto de Onde estão os homens caçados neste vento de loucura, de Alda do Espírito Santo:

O sangue caindo em gotas na terra
homens morrendo no mato
e o sangue caindo, caindo...
Fernão Dias para sempre na história
da Ilha Verde, rubra de sangue,
dos homens tombados
na arena imensa do cais.
Ai o cais, o sangue, os homens,
os grilhões, os golpes das pancadas
a soarem, a soarem, a soarem
caindo no silêncio das vidas tombadas
dos gritos, dos uivos de dor
dos homens que não são homens,
na mão dos verdugos sem nome.(...)